sábado, 9 de novembro de 2013

Conto Africano: Por que a galinha d'angola tem pintas brancas? de Rogério Andrade Barbosa. Biografia do autor. Música A Galinha d' Angola (Vinicius de Moraes). Interpretação de texto

As fábulas africanas são divertidas e educativas, pois  ensinam as crianças a  respeitar os mais velhos e a seguir as tradições, além de  enfatizar a força da inteligência, ao  explicar a origem das coisas.

Por que a galinha d'angola tem pintas brancas? é um conto africano, de autoria  de Rogério Andrade Barbosa. Faz parte da sua coleção publicada no livro  intitulado:  Outros Contos Africanos para Crianças Brasileiras, publicado  em São Paulo, pela  Editora Paulinas, no ano de 2008.  

É uma publicação  que permite diversificar os recursos  didáticos  que irão dar suporte ao professor  no estudo da Lei 10.639 em sala de aula. 

Tô-fraco, tô-fraco, tô-fraco... é uma referência ao grito da Galinha d’Angola,  ave  de origem africana, da ordem dos galiformes.
No Brasil, a ave  é conhecida por vários nomes, dependendo da região, sendo chamada de: saqué, guiné, capote, capota, cocá, galinha-do-mato, pintada, tô fraco (em decorrência do som característico, emitido pelas fêmeas da espécie).
Foi introduzida no Brasil  pelos colonizadores  portugueses, que a trouxeram da África Ocidental,  e  da Angola.  

É conhecida também por servir de oferenda em alguns rituais do candomblé, especialmente para o Orixá Oxum.
No quesito comportamento, essas  aves ficam nervosas facilmente. São extremamente agitadas e vivem em bandos, deles  precisando para se reproduzirem, pois só assim sentem estímulo para o acasalamento.
Países da África Ocidental

Como grupo, são organizadas. Cada grupo tem seu líder, o que é fácil de constatar no momento em que se alimentam: o líder vigia enquanto seus companheiros comem e, só depois de verificar se está tudo em ordem, é que começa a comer.
Devido à altura dos seus gritos algumas pessoas a utilizam como animal de guarda. Também é usada  para a caça de escorpiões e cobras.

Conheça a lenda que conta a origem dessa ave.  Observe as imagens que mostram algumas de suas espécies. Aprenda a cantar a música de Vinícius de Moraes, intitulada: 

 A Galinha d' Angola. Observe os mapas  e conheça os países da África Ocidental, de onde vieram essas aves. Bons estudos !  



 LENDA  AFRICANA 

Por que a galinha d'angola tem pintas brancas? 

Os mais antigos contam que esta história aconteceu durante uma das piores secas ocorridas nas savanas, ao Sul da África.

O sol, inclemente, castigava todos os seres vivos: plantas e animais.



Logo os rios e lagos secaram, aumentando o sofrimento. O calor abria fendas no solo e levantava uma espessa poeira que borrava de cinza o céu borrado de azul.

Os habitantes dos vilarejos, desnorteados, fugiram para as montanhas rogando por chuvas, mas não havia prece que desse jeito na calamidade.

Um dia, porém, uma mancha escura despontou no horizonte. Todos ficaram excitados. Sinal de que as chuvas estavam se aproximando.

Mas  um elefante desengonçado atrapalhou tudo, afugentando a nuvem.


A galinha-d'angola que, naquela época, além de uma crista avermelhada no alto da cabeça, tinha as penas inteiramente pretas, não se conteve. 

Indignada com a atitude do paquiderme, correu horas e horas atrás da nuvem, suplicando para que ela retornasse sem se importar com os espinhos que iam rasgando-lhe as pernas desnudas.

- Por favor, Senhora, volte !  Por favor, Senhora, volte !  – repetia sem cessar, enquanto o sangue escorria por suas feridas.

A Dona das Águas finalmente, parou e disse:

- Por causa de sua perseverança, da sua dor e da sua preocupação com o destino de todas as outras criaturas, eu regressarei.  
Graças aos meus poderes, interromperei a seca.

- Obrigada - agradeceu a ofegante corredora.

- E, como você se dirigiu a mim de um modo tão respeitoso, receberá de presente o brilho das gotas da chuva, que cairão sobre o seu corpo.  
Assim, será uma das aves mais bonitas da terra.

Não demorou muito para desabar um temporal, em meio a raios e trovões. 

A galinha d'angola, toda molhada, ganhou como ornamento os pingos que foram resvalando em suas penas, transformando- a, como fora prometido, em uma das aves mais lindas de toda a África.

Devido à canseira da galinha-d'angola, suas descendentes ciscam por vários cantos do planeta, agitando a penugem de cor negra, como a pele da maioria dos povos de seu extenso continente. 

Enquanto exibem as penas salpicadas de pintas brancas as galinhas-d'angola cacarejam como se estivessem expressando, até hoje, o esforço empreendido por sua ancestral:

- Tô fraca, tô fraca, tô fraca, tô fraca!
FIM

Autor:  Rogério Andrade  Barbosa.  In: Outros contos africanos para crianças brasileiras. 
São Paulo: Editora  Paulinas, 2008. 


Clique no link para assistir ao vídeo com a música -  A Galinha d' Angola ,   de autoria do poeta brasileiro  Vinícius de Moraes, que escreveu o  poema sobre aquela ave.   http://letras.mus.br/vinicius-de-moraes/87243/

A Galinha d' Angola      -       Música de Vinicius de Moraes




Coitada, coitadinha
Da galinha-d'Angola
Não anda ultimamente
Regulando da bola.

Ela vende confusão
E compra briga
Gosta muito de fofoca
E adora intriga
Fala tanto
Que parece que engoliu uma matraca
E vive reclamando
Que está fraca
Tou fraca!  Tou fraca! 
Tou fraca!    Tou fraca! Tou fraca!



Coitada, coitadinha
Da galinha-d'Angola
Não anda ultimamente
Regulando da bola


Come tanto
Até ter dor de barriga
Ela é uma bagunceira
De uma figa
Quando choca, cocoroca
Come milho e come caca
E vive reclamando
Que está fraca
Tou fraca! Tou fraca!
Tou fraca!
Fonte (Letra e vídeo):     http://letras.mus.br/vinicius-de-moraes/87243/

Agora assista ao clip infantil  -  Galinha D'angola - O Galinho d'angola foi embora: 

Biografia de Rogério Andrade  Barbosa

Rogério Andrade Barbosa é natural de Minas Gerais, mas vive no Rio de Janeiro. Graduado em Letras e pós-graduado em Literatura Infantil e Juvenil,
Além de ser escritor de vários livros infanto-juvenis é também professor de literatura e já recebeu vários prêmios. Trabalha na área de literatura Afro-Brasileira e programas de incentivo à leitura, proferindo palestras e dinamizando oficinas.
Trabalhou como professor voluntário, por dois anos, na  Guiné-Bissau,  país da  África Ocidental, a serviço das Nações Unidas (ONU).



Tem mais de 70 livros publicados, traduzidos para o inglês, espanhol e alemão.  Foi indicado para a lista de Honra do IBBY, em 2002, na  Suíça, país da Europa Central. Recebeu  em 2005, o prêmio da  Academia Brasileira de Letras, na categoria literatura infanto-juvenil.  Atualmente é diretor-executivo da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil(AEI-LIJ).

Mapa da África - Angola,
cuja capital é  Lua




                      Interpretação de Texto 


1. Você gostou desse conto africano ?  Qual é o título ? Quem é o  autor ?  
2. O conto faz parte de muitos outros   escritos por esse autor. Em que livro esses contos foram publicados e em que ano ?  Qual o nome da editora ?   
3- Para quem foram escritas as histórias do livro? 
4. Qual é o tema central desse conto ? 
5.  Qual é  a referência ao grito da Galinha d’Angola ? 
6. No Brasil, a ave  é conhecida por vários nomes, dependendo da região, Quais são eles ?      7.  Como a galinha d Angola chegou ao Brasil ? 
7. Observe os mapas da África. Cite cinco países situados  na África Ocidental. 
8.  Os mais antigos falam do período  em que  a historia aconteceu  Descreva-o.       
Um dia,  uma mancha escura despontou no horizonte. Todos ficaram excitados. Era um sinal de que as chuvas estavam se aproximando.  Um animal espantou a nuvem.  
9. Qual  foi o animal e qual a sua categoria 
10.  Como a galinha d'Angola convenceu a nuvem a voltar 
Mapa com a Divisão regional da África 
11. Qual foi a resposta da nuvem  
A historinha nos conta por que a galinha d'Angola tem pintas brancas.  
12. Você gostou das músicas e do clip  ?  Quem é o autor da música   A Galinha d' Angola  ?
13.  Faça um resumo, com ilustrações no seu caderno.  Conclua, escrevendo no final,   o cacarejo da galinha d'Angola. 






Subdivisões da África para fins estatísticos usadas pela Organização das Nações Unidas (ONU). 

  África Ocidental

Referências (sites pesquisados) 

BARBOSA, Rogério Andrade. Outros contos africanos para crianças brasileiras. São Paulo: Editora  Paulinas, 2008. Disponível em: 
Letra e vídeo da música :  
História da Raça:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão aceitos palavrões nem ofensas.