quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Educação Infantil e Alfabetização. Alfabetário Africano. 8 Brincadeiras Africanas. Vídeos. Atividades

Reprodução / Internet/ Escola Educação

Para celebrar o Dia da Consciência Negra, o famoso 20 de Novembro, quando se homenageia o líder negro  Zumbi dos Palmares, trazemos esse alfabeto, de autoria de Denise Fernandes, ricamente ilustrado por Luís Dias, que as crianças irão gostar muito. Trazemos os significados das palavras pouco comuns, devidamente ilustradas para facilitar o estudo. 

Trazemos 8 brincadeiras e jogos de origem africana, para diversificar as atividades e enriquecer o conhecimento sobre essa rica  essa cultural. 
Esperamos que os  aprendizes gostem e os colegas professores também.   


A cultura brasileira guarda importantes traços herdados da cultura africana, através dos escravos, que aqui chegaram no Período Colonial. É importante destacar que a África não é um continente homogêneo, mas um verdadeiro mosaico de povos e culturas, sendo impossível pensar em tradições únicas. Entre os povos trazidos para o Brasil, destacam-se: BANTOS, NAGÔS, JEJES, HAUÇÁS e MALÊS.

Apesar da repressão e combate à cultura desses povos pelos colonizadores portugueses, a herança cultural foi muito forte, seja na culinária, religião, música e outros aspectos, a exemplo das brincadeiras. A tradição oral, aquela passada de pai para filho, é a grande responsável por não deixar que essas brincadeiras sejam esquecidas. Conheça algumas brincadeiras africanas.

1. ACOMPANHE MEUS PÉS - veio do Zaire. É uma ótima opção para trabalhar a memória

Para brincar, forma-se um círculo enquanto o líder canta e bate palma. Em um determinado momento, ele para na frente de uma criança e faz um tipo de dança. Se ela conseguir imitar os passos será o próximo líder. Se não, este escolherá outra pessoa e novamente faz a dança, até que o novo líder seja definido. A brincadeira dura o tempo estipulado pelo professor, ou até que as crianças se mostrem cansadas.

2. PEGUE A CAUDA - Tem origem na Nigéria

A turma é dividida em duas equipes, que formarão filas, com os coleguinhas se segurando pelos ombros ou cintura. O último da fila vai colocar um lenço em seu bolso ou cinto. O objetivo é que o primeiro conduza os demais para tentar agarrar o lenço. Vence a equipe que conseguir agarrar o lenço primeiro.

Veja os vídeos da brincadeira
a)  No Egito, pais do Norte da África https://www.youtube.com/watch?v=qf290ambg2Q
b)  No Brasil  -  RECREAÇÃO ESCOLAR (PEGA A CAUDA). Prof, Arthur Menezes

3. SALTANDO O FEIJÃO – Tem  origem na Nigéria. O único material necessário para desenvolver a brincadeira é uma corda.

Um dos participantes será escolhido para ser o “balançador”, que será o responsável por girar uma corda no chão. Os demais formarão um círculo ao seu redor e quando o balançador girar a corda no chão os colegas devem saltá-la sem que sejam atingidos. Se isso acontecer, o participante estará fora da competição. Aquele que ficar por último será o vencedor.

4. ESCRAVOS DE JÓ

Uma das cantigas brasileiras mais conhecidas, a brincadeira pode ter inúmeras variações entre as regiões do Brasil. Para começar, é necessário ter ao menos dois participantes para brincar. Uma das formas mais conhecidas de brincar de escravos de Jó é a sincronização dos movimentos. Cada jogador recebe uma pedrinha e o objetivo é executar todos os movimentos sem errar nenhum.

Juntos, em formato de círculo, todos começam a cantar a música. Nas primeiras fases, as pedrinhas são transferidas para o colega que está do lado direito, ou seja, em sentido anti-horário.

Quando chegar no verso “Tira, põe, deixa ficar”, todos obedecem ao que diz a letra da música. No verso seguinte a passagem de pedrinhas é retomada, até que no trecho “Fazem zig-zig-zá” as pedras são movimentadas, mas sem entregá-las a ninguém.  Os jogadores que errarem algum movimento serão eliminados da competição, até que reste apenas o vencedor. Confira, a letra mais tradicional da cantiga:

“Escravos de jó                        Jogavam cachangá   Tira, bota, deixa ficar
Guerreiros com guerreiros        Fazem zig-zig-zá
Guerreiros com guerreiros        Fazem zig-zig-zá”

Assista ao vídeo Galinha Pintadinha DVD 1

Crédito/Reprodução/  O Incrível Zé Blog de Ideias
5. MAMBA ou  COBRA - A brincadeira é tradicional da África do Sul.

Para brincar de mamba é necessário delimitar um certo espaço no chão e todos que estiverem brincando devem ficar dentro do espaço. Somente um dos participantes ficará de fora. A mamba  ou cobra  ficará correndo ao redor do espaço demarcado com o intuito de pegar quem estiver dentro dele.

Quando um deles for pego, ele precisa segurar nos ombros ou cintura da mamba e assim por diante. Somente o que está em primeiro lugar da fila poderá pegar os demais colegas. Os membros da fila poderão ajudá-lo, uma vez que eles não podem passar pelo corpo da cobra. Vence a brincadeira o último que for pego.

6. PENGO PENGO - escolher duas crianças para serem os líderes.

Cada um dos participantes se dirige aos líderes, que por sua vez, pedirão para os colegas escolherem entre carne e arroz ou azul e verde. Conforme as escolhas forem acontecendo, os participantes vão se posicionando atrás do líder que caracteriza sua escolha, formando uma fila ligada pelas mãos. Segurando as mãos dos oponentes, os líderes dão início a um cabo de guerra. Vence a equipe que conseguir arrastar o líder adversário.

7. TERRA-MAR - Originária de Moçambique

A brincadeira é muito fácil de ser executada. Basta riscar uma extensa linha no chão. De um lado deve-se escrever a palavra “terra” e do outro lado, a palavra “mar”. No começo todos podem ficar na terra.  Porém, quando o professor gritar “mar!” todos devem pular para o lado contrário. O procedimento vai se repetindo, e o interessante é que as ordens sejam dadas cada vez mais rápidas. Aqueles que foram errando o lado vão sendo eliminados, até que aquele que ficar por último seja o vencedor.

8. OBWISANA - sentados em círculo, os alunos passam uma pedra de mão em mão, batendo-a no chão conforme o ritmo da música a seguir.

“Obwisana sa nana      Obwisana sa      Obwisana sa nana   Obwisana as.”


Podem ser usadas duas ou mais pedras, mas sempre passando-as aos colegas. O interessante desta brincadeira cantada é despertar a sonoridade, e a coordenação entre a letra da música e o barulho feito pelas pedrinhas.
Veja o video
https://www.youtube.com/watch?v=Hcr-m7S57DM

Qual foi a brincadeira que você mais gostou ?  Por que? 

Postagem adaptada pela Professora Claudia Martins/Salvador/Bahia, da fonte Escola Educação, em 31/10/2019. Disponível em: 
https://escolaeducacao.com.br/brincadeiras-africanas/     Acesso em 31/10/2019

Agora vamos ao alfabetário



VOCÊ GOSTA DE COMER JILÓ? FAZ MUITO BEM  À SAÚDE. EXPERIMENTE! 



Fonte: Blog Educação e Transformação
https://educacaoetransformacaooficial.blogspot.com/2018/11/alfabetario-africano.html

Veja também em PDF
https://noosfero.ufba.br/articles/public/0002/8680/alfabetario-afriacano-com-atividades.pdf

ATIVIDADES 

1- Qual  a primeira letra: a)  do seu nome?.......b) do nome da sua mãe...... c) do nome da sua professora.... d) do nome de um colega; 
2- Complete as palavras do quadro com as letras que estão faltando: 
3- VAMOS RECAPITULAR AS PALAVRAS QUE ACABAMOS DE CONHECER. COPIE NO SEU CADERNO. LIGUE OS NOMES ÀS FIGURAS. 




4- VOCÊ JÁ VIU ESSES ANIMAIS ? ESCREVA O NOME DESSA DUPLA. 


5- VOCÊ SABE BRINCAR DE PIÃO ?     COPIE A PALAVRA PIÃO ........
Resultado de imagem para ABARÁ
ABARÁ -   é um bolinho feito de feijão-fradinho moído,  cozido em banho-maria e  embrulhado em folha de bananeira. É um petisco típico da culinária da África e da cozinha baiana. Pode comer puro ou com salada, pimenta, camarão e vatapá. 
A baiana com seu tabuleiro.  O ACARAJÉ ESTÁ FRITANDO NO DENDÊ. Aqui tem COCADA, ACARAJÉ, VATAPÁ, CAMARÃO,  Bolinho de 
estudante, SARDINHA FRITA... ESTÁ FALTANDO O ABARÁ.

6- VOCÊ  CONHECE O TABULEIRO DA BAIANA ?  CONHECE O ACARAJÉ, O VATAPÁ, A COCADA ?  COPIE ESTAS 3  PALAVRAS: ............
  

7- COPIE NO SEU CADERNO AS PALAVRAS DO ALFABETÁRIO AFRICANO, ABAIXO  E SEUS SIGNIFICADOS:  

1- Hauçá - Arroz-de-hauçá é um prato tipicamente baiano, introduzido aqui pelos escravos negros hauçás. Consiste numa coroa de arroz empapado ao leite de côco, com carne seca acebolada no meio, coberto com molho de camarão seco defumado ao dendê.


2- Inhame - Tubérculos ou raiz comestível.
3- Jiló - Fruto comestível de sabor amargo.
4- Lundu - Dança e música afro-brasileira.
5- Macaco - Nome comum a todos os símios ou primatas.
6- Neném - Tratamento com que a ama escrava distinguia as irmãs mais velhas de uma criança.
7- Odara - Bonito, bom.
8- Paiá - Tornozeleira de guizos, atada a uma das pernas dos que participam da dança do Moçambique.
9- Quindim - Doce feito de gema de ovo, coco e açúcar.
10- Ritumba - Instrumento musical de percussão.
11- Samba - Dança popular brasileira, de origem africana.
12- Tutu - Feijão cozido, refogado em gordura, temperado e em seguida engrossado com farinha de mandioca.
13- Ungui – O mesmo que tutu de feijão.
14- Vatapá - Prato da cozinha afro-baiana, feito de peixe ou crustáceos numa papa de farinha de mandioca, temperado com azeite-de-dendê.
15- Xequere - Instrumento musical.
16- Zabumba - Instrumento musical de percussão.

AMPLIE SEUS CONHECIMENTOS. Veja também: 

Sites Pesquisados

Blog Educação e Transformação

Todas as Imagens são do Google

domingo, 15 de setembro de 2019

Educação Infantil. Livro O Menino Azul, de Cecília Meireles. Atividades de Interpretação do Poema

O burro continua sendo um importante meio de transporte no Brasil e em muitas partes do mundo 


















Alfabetizar com poesia, torna esse trabalho árduo numa tarefa prazerosa para o professor e seu aprendiz.  Por isso trazemos o Livro o Menino Azul,  que é baseado no poema  do mesmo nome, da autora brasileira Cecília Meireles, ilustrado por Elma, Editora Global. A primeira publicação foi em  2004, com  lustração de Lúcia Hiratsuk.  

É um poema simples, marcado por rimas e linguagem fácil. As ilustrações bonitas e delicadas, em tons suaves, tornam o poema ainda mais atraente para os pequenos leitores. Aliás, a suavidade da poesia de Cecília Meireles encanta crianças e adultos. 

Fonte: 

Silva 

Márcia Alessandra. Disponível em: 


https://pt.slideshare.net/marciaalessandrasilva9/o-menino-azul-93543677     Acesso:15/09/19

Releia o poema com muita atenção para responder as questões a seguir: 
Poema:      O Menino Azul
O menino quer um burrinho
para passear.
Um burrinho manso,
que não corra nem pule,
mas que saiba conversar.

O menino quer um burrinho
que saiba dizer
o nome dos rios,
das montanhas, das flores,
— de tudo o que aparecer.

O menino quer um burrinho
que saiba inventar histórias bonitas
com pessoas e bichos
e com barquinhos no mar.

E os dois sairão pelo mundo
que é como um jardim
apenas mais largo
e talvez mais comprido
e que não tenha fim.

(Quem souber de um burrinho desses,
pode escrever
para a Ruas das Casas,
Número das Portas,
ao Menino Azul que não sabe ler.)
Autora: Cecília Meireles

Atividades


1. Qual é o título da historinha?  Quem é a autora do poema que deu origem ao livrinho?

2. Quantos versos o poema?   E quantas estrofes? 

3. Retire do texto os versos que revelam como o menino acha que é o mundo. 

4. De acordo com o poema qual é o nome do menino? 

5. Qual  o endereço do menino citado no poema? 

6. Cite  os personagens da historinha.

7. De acorde com o poema, o Menino Azul: 

a) Sabe ler e escrever...... ;      b) Só sabe ler.. .;  c) Não sabe ler... 

d) Só sabe desenhar....... 

8. Esse tipo de texto é: a) Uma fábula...;  b) Uma notícia....;   c) Um poema..... d) Uma propaganda....... 

9- Descreva: a) Verso .........................................................................
b) Estrofe ..........................................................................................
c) Rima .............................................................................................

10. Do que fala o poema? ....................................................................

11. Releia o poema com atenção e copie palavras que revelam como o menino queria que fosse o burrinho.

12.Forme uma equipe de 4 componentes para criar outras ilustrações para o texto.

13. Leia a biografia de Cecília Meireles. Escreva sua autobiografia. 

Cecília Meireles foi jornalista, professora, pintora e é considerada uma das vozes mais importantes das literaturas de língua portuguesa. Nascida em 1901, no Rio de Janeiro, Cecília escreveu poemas até hoje lembrados. 

Em 1934,  fundou a primeira biblioteca infantil do Brasil. Também adquiriu amplo reconhecimento na poesia infantil com textos como Leilão de Jardim, O Cavalinho Branco, Colar de Carolina, O Mosquito Escreve, Sonhos da Menina, O Menino Azul e A Pombinha da Mata, entre outros. A autora faleceu em 1964, aos 63 anos de idade.

14- Copie e depois separe a sílaba das palavras: a)  menino ......... ; 
b) burrinho;    c) manso;     d) largo;    e) comprido;       f) bichos;  
g) pessoas;     h) flores;      i) jardim;    j) rios.               l) mundo.

15- Pinte o burrinho e a grama. 
Imagem

Sites Consultados


Todas as Imagens são do Google

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Copa do Mundo de Futebol Feminino França 2019. Os Símbolos da Copa: Slogan, Logomarca, Mascote


A Equipe Brasileira na Copa de Futebol Feminino França 2019 Imagem 

A Copa do Mundo de Futebol Feminino é a competição mais importante do futebol feminino internacional. A primeira edição foi em 1991, mais de 60 anos depois da primeira Copa Masculina. Após um período em que houve até proibição de mulheres jogarem futebol, a aceitação do futebol feminino  só tem aumentado.  

A oitava edição ocorrerá na França, com  início no dia 7 de  junho  de 2019, e a partida final dia 7 de Julho, na cidade de Paris, capital da França, com 24 seleções no torneio.  Serão nove Cidades-sede: Grenoble, Le Havre, Lyon, Montpellier, Nice, Paris, Reims, Rennes e Valenciennes.


A BANDEIRA DO BRASIL
No Brasil, as mulheres chegaram a ser proibidas de jogar. De 1941 até 1979, se elas fossem vistas jogando futebol, poderiam ser levadas para a delegacia. 
Em outros países, como a Inglaterra e a Alemanha, também houve proibições até a década de 70. Mas ainda há dificuldade: a premiação para as mulheres, embora tenha aumentado, ainda é muito inferior à dos homens.                                                                                                                      
A seleção brasileira entrará em campo em 2019, pela primeira vez, com um uniforme todo com identidade própria, sem ser apenas uma cópia do uniforme da seleção masculina, como aconteceu nos mundiais anteriores. 

As brasileiras estão no Grupo C e enfrentam, nessa primeira fase, a Jamaica, Austrália e a Itália. São 23 atletas.  Conheça cada uma delas
Conheça os grupos, com as 24 seleções participantes:


Imagem

QUAIS SÃO OS GRUPOS DA COPA DO MUNDO?

·         Grupo A: Coreia do Sul, França, Nigéria e Noruega
·         Grupo B: África do Sul, Alemanha, China e Espanha
·         Grupo C: Austrália, Brasil, Itália e Jamaica
·         Grupo D: Argentina, Escócia, Inglaterra e Japão
·         Grupo E: Camarões, Canadá, Holanda e Nova Zelândia
·         Grupo F: Chile, Estados Unidos, Suécia e Tailândia

DATAS DOS JOGOS DO BRASIL

O Brasil estreia no dia 9 de junho, domingo, contra a Jamaica. Na segunda rodada, o time brasileiro enfrenta a Austrália  e na terceira rodada joga contra a Itália na disputa pela classificação.  O time brasileiro conseguiu ser vice-campeonato em 2007, quando perdeu a decisão para a Alemanha por 2 a 0. Conseguiu também um terceiro lugar em 1999. 
 Jogadoras Brasileiras
Marta Vieira da Silva, mais conhecida como Marta. Nasceu em Dois Riachos, Alagoas, em 19 de fevereiro de 1986.  Atua como atacante e joga pelo Orlando Pride, time dos Estados Unidos. Marta já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por seis vezes, sendo cinco de forma consecutiva. Um recorde entre mulheres e homens.
Miraildes Maciel Mota, mais conhecida como Formiga (Salvador/Bahia, 3 de março de 1978).  Duas vezes vice-campeã olímpica e uma vez vice-campeã mundial de futebol feminino. Atua como meia. É a única jogadora de futebol do mundo a ter participado de 7 COPAS DO MUNDO.

Confira a lista completa:

1-   Goleiras:  AlineBárbara e Letícia Izidoro

2-   Laterais: CamilaFabianaLetícia Santos e Tamires

3-   Zagueiras: ÉrikaKathellenMônica e Tayla

4-   Meio-campistas: AdrianaAndressinhaFormiga e Thaisa

5-   Atacantes:  Andressa AlvesBia Zaneratto, Cristiane

DebinhaGeyseLudmilaMarta e Raquel.



A Bandeira da França. As três cores, simbolizam o lema da Revolução Francesa: 

Liberté, Égalité, Fraternité  (Liberdade, Igualdade e Fraternidade).

A Bandeira da França foi adotada em 15 de fevereiro de 1794, cinco anos após a Revolução Francesa, fato histórico que marca a queda da Monarquia e a Proclamação da República na França, em 14 de Julho de 1789 (final do século XVIII-18).   Seu formato é  retangular, composto por três faixas verticais nessas três cores,   que simbolizam a Revolução Francesa.

É também conhecida como A Tricolor  ou Bleu, Blanc, Rouge,  como se fala em francês as cores azul, branco e vermelho. A cor azul representa o Poder Legislativo na França; a cor branca representa o Poder Executivo e a cor vermelha representa o Povo Francês.    Como as três faixas possuem o mesmo tamanho, ela representa a divisão do poder de forma igualitária. 


SÍMBOLOS OFICIAIS DA COPA DE FUTEBOL FEMININO FRANÇA 2019




I - Slogan: "Desafiada para Brilhar" 
(Dare to Shine)

"Desafiada para brilhar" é o slogan da Copa do Mundo Feminina, França 2019. Nada mais sugestivo.

II- Logo Marca da Competição 


O logotipo ou logomarca ou simplesmente logo da Copa de 2019 faz referência às cores da França. Cada brilho que ilustra a bola no topo da taça remete às edições de Mundiais já realizadas.  São 24 seleções no país que celebrou o título da copa do mundo do futebol masciulino, na Rússia. 

A Copa do Mundo de Futebol Feminino terá sua oitava edição realizada em 2019 com uma sede inédita: a França. O torneio acontecerá a partir do dia 7 de junho em Paris e tem a final programada para 7 de julho, em Lyon, cidade do litoral francês.


III - Ettie, a Mascote da Copa Feminina de 2019


A FIFA anunciou ETTIE, a pintinha que será símbolo da Copa do Mundo feminina, que acontecerá na França em 2019. A entidade máxima do futebol mundial explicou que Ettie é uma pintinha “apaixonada pela vida e pelo futebol”. E tem uma curiosidade: ela é filha de FOOTIX, o simpático mascote da Copa do Mundo masculina de 1998.

Por ser a mascote oficial da Copa do Mundo, há a garantia que Ettie estará em todos os jogos do torneio. O mesmo não acontece com Canarinho “Pistola”. O personagem brasileiro não comparecerá aos jogos da seleção brasileira na competição. A Fifa priorizará o “Zabivaka”, mascote oficial do torneio.
Fonte: Site Uol


                                                        INFOGRÁFICO

AMPLIE SEUS CONHECIMENTOS. VEJA TAMBÉM:


Interdisciplinaridade. Copa do Mundo Rússia 2018. “TelStar 18”, a Bola Oficial Feita no Brasil. O Mascote Zabivaka. Fair-play. História da FIFA. Países Participantes



Sites Consultados
https://dibradoras.blogosfera.uol.com.br/2018/07/17/copa-do-mundo-feminina-saiba-os-detalhes-do-mundial-na-franca/
https://oglobo.globo.com/esportes/copa-do-mundo-feminina-que-voce-precisa-saber-23557454
https://www.bol.uol.com.br/copa-2018/noticias/2018/05/30/mais-uma-ave-fifa-anuncia-ettie-a-mascote-da-copa-feminina-de-2019.htm
https://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,copa-do-mundo-feminina-2019-brasil-transmissao-tabela-grupos,70002831906
https://www.bbc.com/portuguese/geral-48550090
https://www.esportelandia.com.br/futebol/copa-do-mundo-de-futebol-feminino
https://www.hypeness.com.br/2019/03/brasil-quer-sediar-copa-do-mundo-de-futebol-feminino-em-
2023/
https://mdemulher.abril.com.br/estilo-de-vida/jogadoras-brasileiras-convocadas-a-copa-do-mundo-de-futebol-feminino-2019/

Todas as imagens são do Google