quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Gêneros Textuais Argumentativos e Persuasivos: Cartas de Reclamação e de Solicitação. Carta Aberta, Abaixo Assinado, Manifesto, Carta do Leitor, Artigo de Opinião e seus Modelos. Atividades

Os diferentes gêneros textuais são utilizados nas diversas circunstâncias sóciocomunicativas do nosso cotidiano.  O russo Mikhail Bakhtin foi o primeiro a empregar a palavra gênero com um sentido mais amplo, referindo-se também aos tipos textuais que empregamos nas situações cotidianas de comunicação. 
Os gêneros textuais podem ser identificados por três aspectos básicos: o assunto, a estrutura e o estilo. 

A escolha do  texto que iremos produzir  leva em conta:  

a)   quem está falando;  b) para quem  está falando;  
c)   qual  o assunto;       d) qual a finalidade.

Os Gêneros Textuais  Argumentativos e Persuasivos


Para  contar uma história  usamos um texto narrativo; para instruir alguém sobre como fazer alguma coisa usamos um texto instrucional (fazer um bolo, tomar um remédio, montar um brinquedo etc); para convencer alguém de nossas ideias, usamos  textos argumentativos e persuasivos. 
Portanto, na hora de escrever observamos as características de cada gênero e como adequar o texto à estrutura exigida por cada um deles. 

Conheça os gêneros textuais   argumentativos e persuasivos mais usados no nosso cotidiano:
   
a)  Cartas de reclamação e de solicitação; b)carta aberta;  
c) abaixo-assinado; d) manifesto; e) artigo de opinião; f) carta do leitor. 

São todos pertencentes às modalidades argumentativa e persuasiva,  onde nos posicionamos criticamente, endereçando nossos argumentos a uma pessoa competente e com autoridade para resolver um problema de interesse  coletivo. Vamos analisar cada um deles e aprender:  

a) como escreve; b)  para quem; c)  para quê  (com qual objetivo). 

I- Cartas de reclamação e de solicitação -  São  utilizadas quando o remetente descreve um problema ocorrido a um destinatário que pode resolvê-lo, pois se trata de  alguém com plenos poderes para tal. 

São gêneros textuais pertencentes às modalidades argumentativa e persuasiva , cuja finalidade é buscar soluções para um problema já instaurado, e que precisa de solução.  É argumentativo  porquê permite expressarmos nossos posicionamentos  sobre qualquer problema que nos aflija  ou à comunidade que representamos.  É persuasivo porquê o interlocutor tenta convencer o receptor da mensagem a encontrar uma solução para o problema apontado na carta.


Quem reclama deve  utilizar  um discurso argumentativo e persuasivo descrevendo de maneira clara o problema,  suas causas e  as consequências, caso  não seja resolvido. 

A exposição dos fatos deve comprovar que o remetente é quem tem razão, o qual pode ainda, apontar as possíveis soluções para que haja entendimento entre as partes. 

Outro aspecto é a  linguagem de padrão formal, precisa, objetiva e consistente  nos argumentos, cuja estrutura obedece a alguns parâmetros, previamente definidos, destacando-se:  
a) Local e data;  b) Identificação do remetente e do destinatário com os nomes completos e  endereços.
     Para o destinatário  da carta observe:     
     a) o pronome de tratamento adequado (formal);         b) vocativo;   
     c) corpo do texto, seguido de argumentos  que justifiquem a descrição dos      fatos;    d) documentos em anexo (caso necessário);        
     e) expressão de despedida;    f) nome  legível do remetente, seguido da assinatura  manual (escrita a mão).

Modelo de Carta de Reclamação e de Solicitação


Salvador, 27 de Setembro de 2014

Sr. Secretário da Saúde de Salvador
Prezado Senhor, 

Eu, João de Deus Santos Brasil, residente à Rua dos Cidadãos de Bem, No. 52, bairro Pernambués, venho reclamar do mal atendimento no Posto de Saúde  do bairro.
As pessoas que trabalham lá chegam sempre  atrasadas e demoram muito para atender. Não há médicos e enfermeiros suficientes, remédios para os pacientes, principalmente para idosos e crianças, que muitas vezes nem sequer são atendidos.
Peço que o Senhor tome as providências, imediatamente, para que as pessoas não fiquem sem atendimento médico, sem remédios, doentes  e insatisfeitas.
Espero  que esses problemas sejam resolvidos o mais rápido possível,  com as suas rápidas providências.
Atenciosamente, 
João de Deus Santos Brasil

Vamos praticar ?  Siga o modelo  da carta acima e faç uma solicitação à diretora da sua escola, pedindo para ela aumentar a quantidade de frutas e verduras na merenda escolar.  Bom trabalho !

II - Carta Aberta - é um  gênero textual argumentativo e persuasivo, que expõe geralmente um assunto polêmico, mas de interesse coletivo,  que  o autor pretende levar a público. Pode  tratar de  um ponto de vista particular, mas que envolva o interesse coletivo ou o ponto de vista de uma instituição, grupo de pessoas, entidades etc.
Tem  um forte grau de apelo, sendo  escrita com o intuito claro de sensibilizar e persuadir o destinatário. É portanto, persuasivo  pois a intenção de quem escreve é   convencer o destinatário  sobre suas ideias, opiniões ou reivindicações, que  são   expostas em público. O remetente  deve argumentar  da maneira mais clara  possível.

A carta aberta é diferente da carta pessoal, a qual trata de assuntos de interesse dos interlocutores nela envolvidos, enquanto  a  carta aberta faz referência a  temas de interesse coletivo, normalmente  um problema de consenso geral.

Pode ser utilizada como forma de protesto contra um problema ou como alerta, e até mesmo como meio de conscientização da população ou de alguém influente, como um representante do governo.  Pode ser enviada para  uma instituição, para a população ou para autoridades públicas,  como o Presidente da República, o  Governador, o Prefeito, o Diretor da escola, o Síndico etc.   Como a carta aberta não é uma correspondência particular, qualquer um pode ler.   Pode ser  publicada nos  meios de comunicação impressos, meios televisivos ou pelo rádio. 
       Uma carta aberta tem os seguintes elementos (parte estrutural): 
              
1.Título – no qual se evidencia o destinatário: autoridades, população, grupos políticos, representantes de entidades. Por isso, o título deve conter as palavras:  “Carta aberta à/ao, ou seja, uma referência a quem você está enviando a carta.   Exemplo: “Carta Aberta à Comunidade Escolar”.
2. Introdução e remetente:  grupos de pessoas, entidades - parte em que  você apresenta  o problema que motivou a escrita da carta, para ser resolvido pelo destinatário. 
3. Desenvolvimento – diz respeito à análise do problema, no qual há a apresentação dos argumentos, fundamentando o ponto de vista  de quem está enviando a carta (o remetente).  Exponha as causas do problema, e diga   de que forma o destinatário da carta pode  ajudar a solucionar. 
4. Conclusão –  geralmente finaliza-se solicitando  que o problema seja resolvido.
Meios de divulgação: rádio, TV, internet, reuniões, distribuição de folhetos etc.
Resumindo:
·  a) escreva o título com as palavras " Carta Aberta à/ao + o nome do destinatário". Ex:  "Carta Aberta ao Governador da Bahia"
·     b) Desenvolva um texto argumentativo e persuasivo, apresentando o problema e opinando sobre soluções.
·     c) Use a linguagem padrão (formal),  sem gírias nem ofensas. O  texto não deve ser  muito longo  para não ficar  cansativo e enfadonho. 
·    d) Para finalizar a sua carta escreva um parágrafo que funcione como uma conclusão,  enfatizando as reivindicações e os apelos.
e) Agradeça  ao  destinatário como se tivesse a certeza de  que ele atenderá seu pedido. Isto reforça  o teor persuasivo do seu texto.
    f) Escreva seu nome completo  no final da carta. Na última  linha local e data.
    Veja o modelo abaixo e escreva uma carta aberta ao Prefeito da sua cidade, reclamando da falta da  coleta regular do  lixo e os prejuízos para a saúde.   


III - Abaixo Assinado -    é um texto argumentativo no qual um grupo de pessoas faz uma solicitação a uma autoridade competente, com o objetivo de resolver um problema de interesse coletivo.  
solicitação  é feita por muitas pessoas em forma de um documento coletivo. É muito comum o uso do abaixo assinado como forma de protesto ou manifesto de apoio a alguém ou a alguma causa. Possui diversas finalidades como por exemplo: reivindicações por melhorias em benefícida comunidade; demonstrar descontentamento e outros protestos. Contudo, não pode ser feito de qualquer jeito. Há regras a serem obedecidas, para que o documento seja válido.
O primeiro cuidado ao fazer um baixo-assinado é sobre a linguagem, que deve ser formal, usando o pronome adequado, a depender do cargo da autoridade. Pode ser o prefeito, o reitor de uma universidade, o síndico de um condomínio, o diretor da escola etc.  O tratamento é específico, por isso, além da modalidade padrão a ser seguida, o documento tem algumas partes indispensáveis, como por exemplo:
1.Vocativo – nome do destinatário e/ou o cargo, seguido do pronome de tratamento adequado, de acordo com o cargo do destinatário. Exemplo: Ao Excelentíssimo Sr Prefeito/Governador/Presidente da República/Ministro da Educação/Secretário da Saúde; Ao Ilustríssimo Senhor Diretor da Escola/ Síndico do Condomínio...; localidade.
2.Corpo do texto/Introdução –  nesta parte deve conter a exposição dos argumentos propriamente ditos, acompanhados das respectivas solicitações que os justifiquem. Exemplo: Os abaixo-assinados, (descrição das nacionalidades), residentes e domiciliados na (cidade, bairro, rua), vêm respeitosamente à presença de Vossa Excelência ou V. Sa.  solicitar (descrever a solicitação), a fim de (descrever a finalidade do pedido).
3. Conclusão. Finalizar assim: Confiantes de que o nosso pedido será atendido, juntamos duas vias do presente abaixo-assinado em três folhas numeradas e assinadas por todos os moradores. Indicamos o morador..., fone.., como nosso representante, caso V.Exª necessite de outras informações complementares.
4.Local, data e lista com as assinaturas de todos os interessados solicitantes. Junto das assinaturas os dados pessoais: o número da identidade ou CPF, e rubrica. 
Modelo de  abaixo-assinado: 

Ao Excelentíssimo Senhor Prefeito da Cidade  de Salvador/Bahia
Nós,  abaixo-assinados, brasileiros, residentes e domiciliados à Rua dos Cidadãos de Bem,  Bairro de Pernambués, nesta cidade de Salvador,  solicitamos  de V.Exª. a  instalação de coletores seletivos de lixo, a fim de atender ao projeto comunitário de reciclagem de plásticos, alumínio,   vidros  e papel  na nossa comunidade.
Certos  de sermos atendidos, encaminhamos este documento em duas vias e em três folhas numeradas e assinadas por todos os moradores, que serão protocoladas no Gabinete de V.Exª.  Nomeamos o morador João de Deus Santos Brasil, fone 71 3200-0101, como nosso representante, caso V.Exª necessite de outras informações complementares.
Salvador, Bahia, 28 de Setembro de  2014

Nome Completo
     N. do CPF
ou Identidade
Assinatura ou Rubrica
1



2



 3




O Abaixo-assinado e a Petição Pública na Era da Internet 

Petição Pública Brasil LogotipoA maneira mais tradicional  de fazer um abaixo-assinado ainda é por escrito, mas com o avanço da tecnologia é possível aumentar o número de participantes utilizando a internet, e-mails e as redes sociais.   Existem sites especializados em recolher assinaturas virtuais e expressar o inconformismo com algumas situações que acontecem ao redor do mundo, reunindo milhões de assinaturas em apenas alguns dias. Exemplos:
1. Acesse Petição Pública  e crie o seu abaixo-assinado. Preencha os dados, diga qual é a causa, seu endereço, telefone para contato, e você poderá iniciar rapidamente um abaixo assinado via web.  http://www.peticaopublica.com.br/
2. Acesse o site  Abaixo-assinado , que funciona da mesma maneira. Você encontrará outros abaixo-assinados e se concordar preencherá com a sua assinatura.   http://www.abaixoassinado.org/


IV - Manifesto: argumentação pública - o manifesto  é um  gênero  textual essencialmente argumentativo,  onde o autor expõe, publicamente, em caráter de denúncia, um problema do interesse de um determinado grupo de pessoas.  

O objetivo é  alertar  a sociedade sobre um problema ou fazer  uma denúncia pública,  chamando-a  para uma ação  conjunta, a fim de encontrar a solução. Deve haver, ainda, cobrança às autoridades públicas competentes, mostrando as  causas e conseqüências do problema.

Sua  estrutura é relativamente livre, mas  exige o uso da linguagem no padrão culto formal, verbos predominantemente no presente do indicativo, e  alguns elementos indispensáveis, a saber: 
1.Título - normalmente sintetiza o assunto, a ideia;
2.Corpo do texto – identificação e análise do problema; esclarece os posicionamentos  e argumentos que   fundamentam os pontos de vista do(s) autor (es) do manifesto; 3. Local, data e assinatura dos manifestantes.

Modelo de  Manifesto que criamos para ajudar o seu  entendimento


Manifesto Público de Pedido de Maior Atenção  à Obesidade Infantil na Cidade de Salvador, Estado da Bahia

Nós, alunos da Escola Municipal  Brasil Forte, situada na Rua dos Cidadãos de Bem, No. 56, Bairro  Pernambués, Salvador, Bahia, vimos por meio deste Manifesto Público denunciar  a falta de atenção das autoridades e da sociedade baiana, para o grave problema de saúde pública na nossa cidade: a obesidade infantil.
A obesidade   traz graves prejuízos para a saúde e o bem-estar das pessoas, por estar associada à diabetes, doenças vasculares, cardiológicas, dermatológicas,   hipertensão e mobilidade, agravando a saúde  e comprometendo o futuro do país. Além disso, traz problemas socioeconômicos, pois a obesidade dificulta o convívio social, arrumar trabalho etc., dando lugar ao bullying e à exclusão social.
Queremos que as autoridades e a sociedade baiana  juntem-se para combater esse mal que cresce de maneira assustadora em Salvador, na  Bahia e no Brasil. Queremos que sejam contratadas equipes multidisciplinares para  atuarem nos postos de saúde em conjunto com as  escolas, ensinando os alunos  sobre a alimentação correta  e a prática de  atividades físicas, além de treinar,  orientar as merendeiras;  promover palestras  para os pais, professores  e alunos. 
Representamos aqui, milhões de brasileiros de todas as idades e classes sociais, ricos e pobres, todos condenados a uma vida de sofrimento, caso as providências não sejam tomadas.  
Queremos que as Secretarias da Saúde do Estado da Bahia e da Prefeitura Municipal de Salvador, tomem medidas urgentes de combate e de prevenção à obesidade infantil, garantindo a todas as crianças saúde e cidadania.
Diante desta realidade dura, cruel e repleta de desafios,nós os alunos e toda a comunidade escolar, assinamos este Manifesto, que será publicado na Internet e protocolado nas citadas secretarias de governos municipal e estadual.  
Salvador, Bahia, 01 de Outubro de 2014
José Joáo Silva Santos, Antonio Castro, Maria José Lima, Pedro Valadares, ...

V - Carta do Leitor é um gênero textual jornalístico, no qual o leitor expressa opinião sobre textos publicados em jornal ou revista,  impressos ou expostos na Internet. O texto tem  as mesmas características de uma carta comum, no qual os leitores têm a oportunidade de fazer elogios  ou críticas sobre uma determinada matéria publicada, expressando sua opinião ou   sugestão ou mesmo criticas, sugerindo  algum tipo de melhoria. 

Quanto à sua estrutura, a carta do leitor contém os mesmo elementos da carta pessoal, com os seguintes elementos: 
a) local e data;  b) vocativo- coloca-se o nome do jornal ou da revista, pois revela a quem ela é dirigida;   c) corpo do texto – contem  as informações  do que se pretende dizer, de forma objetiva e resumida;  d) despedida cordial - por último vem a despedida cordial, juntamente com a assinatura de quem a escreveu (em prova de  vestibular, o candidato não deve assinar).

Modelo de Carta do Leitor

Salvador, 01 de Outubro de 2014
À Revista Época:
Fiquei decepcionado ao não encontrar esta semana a coluna do jornalista Olavo de Carvalho. Espero que tenha sido um problema temporário e que a coluna volte a ser semanal, pois a leitura dessa coluna é uma das raras oportunidades que ainda temos de tomar contato com reflexões e análises elaboradas por um intelectual que realmente tem um pensamento independente, em vez de se limitar a repetir os slogans pretensamente corretos politicamente. 
Jose Paulo Carneiro

VI - Artigo de opiniãoé um texto  opinativo, de cunho argumentativo e persuasivo, muito comum em jornais e revistas,  onde o autor expõe seu posicionamento diante de algum tema atual e que desperta muito interesse.

É um gênero textual persuasivo, onde o autor tenta convencer o leitor a aderir ao seu ponto de vista. A opinião do autor sobre um assunto de relevância é defendida através de recursos argumentativos, a saber: comparações, exemplificações, depoimentos, dados estatísticos, etc.  

É comum as descrições detalhadas, apelo emotivo, acusações, humor satírico, ironia e fontes de informações precisas. Sua linguagem é objetiva e aparece repleta de sinais de exclamação e interrogação, os quais incitam à posição de reflexão favorável  à opinião do autor.

Outros aspectos persuasivos são as orações no imperativo (seja, compre, ajude, favoreça, exija, etc.) e a utilização de conjunções que agem como elementos articuladores (e, mas, contudo, porém, entretanto, uma vez que, de forma que, etc.) e dão maior clareza às ideias.

Sendo um texto com marcas pessoais, geralmente é escrito na primeira pessoa, mas também na terceira pessoa. O  texto deve ser  pequeno, simples e objetivo, pois a intenção é atingir todo tipo de leitor. Para saber mais sobre esse tipo de produção textual, procure-o em jornais e revistas, impressos ou online.

A  estrutura  do artigo de opinião tem os seguintes elementos: 
1.Título - parágrafo introdutório sobre o assunto;
2.Desenvolvimento - argumentos apresentados em bases sólidas, com vistas a conferir maior credibilidade por parte do leitor.
3.Conclusão do artigo, na qual ocorrerá o fechamento das ideias anteriormente discutidas.

 Modelo de Artigo de Opinião


Cada indivíduo é responsável por sua conduta
                                                                        Cassildo Souza
Atribuir à sociedade como um todo a culpa por certos comportamentos  errôneos não parece, em minha maneira de pensar, uma atitude sensata. Costumamos ouvir por aí coisas do tipo “O Brasil não tem mais jeito”, “O povo brasileiro é corrupto por natureza”, “Todas as pessoas são egoístas” e frases afins. Essa é uma visão já cristalizada no pensamento de boa parte de nosso povo.
Entretanto, se há equívocos, se existem erros, se modos ilícitos são verificados, eles sempre terão partido de um indivíduo. Mesmo que depois essas práticas se propaguem, somente serão contaminados por elas aqueles que assim o desejarem. Uma corporação que, por exemplo, está sob investigação criminal em decorrência da ação de alguns de seus componentes, não estará necessariamente corrompida em sua totalidade. Aliás, a meu juízo, isso é quase impossível de acontecer.
É preciso compreender que nem todo mundo se deixa influenciar por ações fraudulentas. De repente o que alguém acha interessante pode ser considerado totalmente inviável por outra pessoa e não acredito que seja justo um ser humano ser responsabilizado apenas por fazer parte de um grupo “contaminado”, mesmo sem ele, o cidadão, ter exercido qualquer coisa que comprometa a sua idoneidade moral.
Todos sabemos que um indivíduo é constituído suficientemente para pagar  por suas falcatruas. Por isso, não concordo que haja julgamento geral. É preciso  que saibamos separar o bom do ruim, o honesto do corrupto, o bom-caráter do mau-caráter, o dissimulado do verdadeiro. Todos têm consciência do que seja  certo ou errado e devem carregar sozinhos o fardo de terem sido desleais,  incorretos e vulgares, sem manchar a imagem daqueles que, por vias do destino,  constituem certas facções que não apresentam, totalitariamente, uma conduta  legal.

Conheça outros modelos de cartas e outros gêneros textuais: 

Gêneros Textuais: Carta, Bilhete, Email, jornal, anúncio, propaganda, outdoor, biografia, bula de remédio. Produção textual

Veja também:

Gêneros Textuais: Cartas do Leitor. Carta ao Leitor ou Editor ou Editorial. Produzindo textos


Referências (sites pesquisados)
Mundo Educação

2 comentários:

  1. Olá professora, meu nome é Arimateia. Sou estudante e curioso por tudo, principalmente na área de humanas e tecnologia. Primeiramente quero parabenizá-la pelo o espaço e conteúdo do blog. Em seguida, gostaria de dicas de materiais do ensino médio - seja digital ou impresso - que eu possa obter os assuntos dos objetos de conhecimentos da matriz de referência do ENEM em Linguagens, códigos e suas tecnologias dos seguintes pontos: 1- Estudo do texto argumentativo, seus gêneros e recursos linguísticos:
    argumentação: tipo, gêneros e usos em língua portuguesa - formas de apresentação
    de diferentes pontos de vista; organização e progressão textual; papéis sociais e
    comunicativos dos interlocutores, relação entre usos e propósitos comunicativos, função sociocomunicativa do gênero, aspectos da dimensão espaçotemporal em que se produz o texto; e Estudo dos gêneros digitais: tecnologia da comunicação e informação: impacto e função social - o texto literário típico da cultura de massa: o suporte textual em gêneros digitais; a caracterização dos interlocutores na comunicação tecnológica; os recursos linguísticos e os gêneros digitais; a função social das novas tecnologias. Meu e-mail é aribandeira@yahoo.com.br e agradeço de antemão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arimateia, obrigada por sua participação e sugestões. Parabéns por seu interesse e aplicação nos estudos.Infelizmente não tenho como atendê-lo agora, por absoluta falta de tempo. Vou aproveitar sua demanda para o próximo post. Compartilhe nossos blogs. Veja outro que também tem muita temática do ENEM: http://serravallenaafricadosul.blogspot.com.br/
      Boa sorte !

      Excluir

Não serão aceitos palavrões nem ofensas.